NO AR
Salvador FM
Política
Compartilhar

Augusto Vasconcelos afirma que vai convocar prefeitura para responder distorções no IPTU de Salvador

Por Rodrigo Portela no dia 25 de jan - 17h06 | Foto: Reginaldo Ipê/CMS

Augusto Vasconcelos afirma que vai convocar prefeitura para responder distorções no IPTU de Salvador

O vereador Augusto Vasconcelos (PCdoB), líder da oposição na Câmara Municipal de Salvador, comentou nesta terça-feira (25), sobre a expectativa para o retorno do trabalho presencial na Casa, marcado para a próxima quarta-feira (2).  O edil destacou ao Portal Salvador FM, as primeiras pautas que a bancada quer apresentar na Casa, como as distorções relacionadas ao IPTU da capital baiana e mudanças na rede municipal de ensino.

“A nossa expectativa é de que tenhamos um ano intenso. Logo no início nós vamos convocar a prefeitura para responder sobre as distorções relacionadas ao IPTU da cidade.  Também iremos cobrar uma mudança de posicionamento da secretaria de Educação que promoveu o fechamento de escolas, a extinção da Educação de Jovens e Adultos (EJA) de várias unidades e também a retirada de professores das áreas de artes, educação física e inglês do ensino fundamental um”, declarou.

Vasconcelos destaca ainda que a oposição debaterá também a questão do leilão de imóveis pertencentes à prefeitura da capital baiana. De acordo com o edil, a questão do transporte público da cidade e a necessidade de Salvador retomar a geração de empregos, também serão assuntos pautados pela bancada.

“A oposição fará um trabalho de fiscalização e de compromisso com Salvador, mantendo o diálogo e o respeito com os outros parlamentares, mas ecoando a voz de movimentos sociais dentro da Câmara Municipal”, destacou o vereador. 

O comunista assumiu a liderança da oposição no dia 7 de janeiro deste ano e aponta que será um “desafio muito grande liderar uma bancada bem qualificada”, destacando que o trabalho da bancada vem sendo reconhecido pela sociedade, mesmo sendo minoria na Casa.

De acordo com Vasconcelos, algumas audiências públicas também já estão sendo articuladas para debater junto à sociedade, a situação da educação municipal, do IPTU e de outros temas.

Relacionadas