NO AR
Salvador FM
Bahia
Compartilhar

Petrobras conclui venda da Refinaria Landulpho Alves

Por Redação LDNotícias no dia 30 de nov - 19h41 | Foto: Divulgação/Petrobras

Petrobras conclui venda da Refinaria Landulpho Alves

A finalização da venda da Refinaria Landulpho Alves (RLAM) e seus ativos associados, em São Francisco do Conde, na Bahia, foi anunciada pela Petrobras nesta terça-feira (30). Agora os equipamentos são do grupo Mubadala Capital, dos Emirados Árabes.

De acordo com a Petrobras, a operação foi concluída por R$ 10,1 bilhões e após o cumprimento de todas as condições precedentes. O contrato ainda prevê um ajuste final do preço de aquisição, que deve ocorrer nos próximos meses.

A Acelen, empresa criada pelo grupo Mubadala Capital para a operação, assumirá a gestão a partir de 1º de dezembro. A RLAM também passa a se chamar Refinaria de Mataripe.

O presidente da Petrobras, Joaquim Silva e Luna, disse que a venda fortalece a estratégia da companhia. "Esta operação de venda é um marco importante para a Petrobras e o setor de combustíveis no país. Acreditamos que, com novas empresas atuando no refino, o mercado será mais competitivo e teremos mais investimentos, o que tende a fortalecer a economia e gerar benefícios para a sociedade. É também parte do compromisso firmado pela Petrobras com o CADE para a abertura do mercado de refino", comentou.

Além da RLAM, outras duas refinarias já tiveram seus contratos de venda assinados: a Refinaria Isaac Sabbá (REMAN), no Amazonas, e a Unidade de Industrialização do Xisto (SIX), no Paraná. Após a conclusão dos processos de desinvestimento dessas duas unidades, a Petrobras responderá por cerca de 50% do abastecimento do mercado de combustíveis no país.

Segundo a Petrobras, nenhum empregado será demitido, entretanto, os empregados da Petrobras terão que optar por transferência para outras áreas da empresa ou aderir ao Programa de Desligamento Voluntário.

Relacionadas

Assista no Youtube

Verão Salvador: Confira quais os melhores destinos para viajar durante o verão na Bahia

06 de jan - 13h44