NO AR
Salvador FM
Política
Compartilhar

Após chamar Ciro de “batedor de carteira”, Eunício é condenado a pagar R$50 mil

Por Redação LDNotícias no dia 26 de nov - 19h39 | Foto: José Cruz/ Agência Brasil

Após chamar Ciro de “batedor de carteira”, Eunício é condenado a pagar R$50 mil

O ex-senador cearense Eunício Oliveira (MDB) foi condenado a pagar R$ 50 mil em danos morais ao pré-candidato à presidência, Ciro Gomes (PDT), seu desafeto. A decisão foi tomada pela Justiça do Ceará nesta quinta-feira (25). As informações são do Painel da Folha.

Na ação, o presidenciável do PDT lista uma série de episódios em que teria sido ofendido pelo ex-presidente do Senado. Em uma entrevista realizada em novembro de 2015, por exemplo, Eunício se referiu a Ciro como “batedor de carteira”, “sem escrúpulos” e “cooptador de partido”.

O emedebista teria dito ainda que o ex-governador do Ceará, durante sua passagem como ministro da Integração Nacional de Lula, desviou “5 ou 7 bilhões” para a ferrovia Transnordestina, pouco antes de se tornar presidente da empresa responsável pela obra.

O pedetista pediu indenização de R$ 100 mil. A juíza Fabrícia Ferreira de Freitas, da 23ª Vara Cível de Fortaleza, considerou que houve injúria, com a agravante de as declarações de Eunício terem sido a um veículo de grande circulação (a rádio O Povo/CBN), mas reduziu o valor para R$ 50 mil.

Relacionadas

Assista no Youtube

Verão Salvador: Como manter uma alimentação saudável na estação mais quente do ano

22 de jan - 10h01