NO AR
Salvador FM
Política
Compartilhar

“Conversa antiga de quem só faz espuma e desconhece a Bahia” rebate presidente do PT Bahia a ACM Neto

Por Redação LDNotícias no dia 26 de nov - 18h14 | Foto: Divulgação/ PT

“Conversa antiga de quem só faz espuma e desconhece a Bahia” rebate presidente do PT Bahia a ACM Neto

O presidente do Partido dos Trabalhadores na Bahia, Éden Valadares, afirmou que falta informação ao ex-prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), que anunciou a criação de núcleos descentralizados na Bahia, quando, na verdade, de acordo com Éden foram as administrações do PT, com início na gestão de Jaques Wagner, que promoveram a desconcentração e modernização do estado, adotando um novo conceito de investimento público. Antes das gestões petistas, havia concentração de investimentos somente nas áreas próximas a Salvador. 

“Wagner herdou do Carlismo uma Bahia extremamente desigual do ponto de vista territorial. Havia uma concentração de investimentos na Região Metropolitana e no Litoral. O Semiárido foi tratado historicamente como um fardo sem solução”, disse Éden, que salienta que a afirmação do democrata não passa de “conversa antiga de quem só faz espuma e desconhece a Bahia”. 

As administrações do PT realizam há quase 16 anos um grande esforço para modernizar o estado. Assim, foram criados os 27 territórios de identidade a partir de sua cultura identitária e suas variações produtivas. Com isso, os investimentos e negócios foram viabilizados em diferentes escalas a partir da presença do Estado em todas as regiões da Bahia, onde foram implantados projetos estruturantes. 

“Essa conversa de abrir balcão de serviço regional é antiga, tem raiz pombalina, colonial. As experiências de ‘casas de governo’ e seus similares provaram que estruturas frias só ampliam gasto público sem eficiência e servem mais a interesses políticos eleitorais do que a gestão. Felizmente, já estão superadas, inclusive academicamente para o campo da gestão pública”, afirmou o presidente do PT, que destacou ainda que Neto está propondo a criação de um projeto que já deu errado no passado, quando em 1973 houve a divisão do Estado em 17 Regiões Administrativas. 

Há mais de 10 anos, por exemplo, o Governo opera com serviços de saúde e educação regionalizados, além de ter criado o Serviço Territorial de Apoio à Agricultura Familiar (SETAFs), com 27 unidades, no total. Foi também a partir das gestões petistas que a Bahia passou a contar com uma ampla oferta de serviços digitais, como o SAC. 

Éden reitera que o que ACM Neto apresenta como inovação, feita na prefeitura de Salvador, já existia desde 1990 em prefeituras petistas. “Enquanto ele tenta inventar a roda fazendo propaganda para o agronegócio do Oeste e Extremo Sul da Bahia, nós garantimos logística em estradas, ferrovias, portos e novos aeroportos para assegurar produtividade e empregabilidade”, afirmou Éden, que falou também sobre os investimentos em projetos pelo DesenBahia e planos da Bahia Investe. 

Relacionadas

Assista no Youtube

Verão Salvador: Confira quais os melhores destinos para viajar durante o verão na Bahia

06 de jan - 13h44